Criatividade para superar o COVID-19

Equipes de saúde fazem paródias para alertar a população

musica

Imagem: <a href="https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/musica">Música psd criado por freepik - br.freepik.com</a>

 
 
A Unidade Básica de Saúde (UBS) Domingos Mantelli usou a música como estratégia para reforçar a importância do isolamento social em tempos de pandemia do novo Coronavírus. A equipe fez uma paródia de Ai, se eu te pego e, em ritmo de sertanejo, a letra adaptada aborda a importância de não sair de casa, de evitar aglomerações e de usar máscara de proteção quando houver real necessidade de ir à rua.
 
"Tendo em vista o cenário atual da pandemia, pensamos em trazer informação de qualidade de forma lúdica para a população, reforçando as orientações de prevenção já conhecidas, de maneira acolhedora. Também foi uma forma leve de interagir com o tema, demos risada, dançamos, cantamos...", relembra a Auxiliar de Enfermagem Mariângela Alencar Costa. 

E o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) Vila Ema também fez uma paródia, mas do funk Tudo ok. Na adaptação, a equipe ressalta a necessidade de lavar as mãos – uma das principais formas de proteger-se do contágio do Coronavírus – e de usar álcool em gel (recomendação para momentos em que não é possível lavar as mãos, como no transporte público, por exemplo).

A música tem o poder de causar efeitos diversos no cérebro, podendo, inclusive influenciar hábitos de consumo e desencadear emoções e sensações diversas - daí a ideia de aliar promoção da saúde com ritmos musicais bem conhecidos, fazendo com que o público se identifique com o som e, consequentemente, com a mensagem transmitida.

A UBS Domingos Mantelli e o NASF Vila Ema são serviços da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo gerenciados em parceria com a SPDM/PAIS, organização social de saúde