Sífilis em foco

Hospital Irmã Dulce promove capacitação sobre a doença


CHID Sífilis-1
 
Médica de Família e Comunidade, e representante da Rede Cegonha, Dra. Solange Cavalhieri, fala aos profissionais do Hospital
 
 
O Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (SP), realizou para os profissionais da unidade, uma capacitação sobre Sífilis, infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Na ocasião, foi abordada a necessidade de seguir o tratamento corretamente, e a importância da prevenção da Sífilis Congênita (que passa para o bebê ainda na gestação).

Nesse caso, o diagnóstico precoce é imprescindível para garantir a saúde da criança, já que a doença, se transmitida para o feto, pode causar abortamentos, trabalho de parto prematuro, ou ainda desenvolver na criança problemas como malformações cerebrais, alterações ósseas, cegueira e lábio leporino.

Por isso os exames do pré-natal, especificamente o exame de sangue VDRL, no caso da sífilis, são tão importantes no primeiro, no segundo e no terceiro trimestres da gestação. Uma vez detectada a doença na mãe, inicia-se o tratamento com medicação que impede o contágio do feto e que não interfere em seu desenvolvimento.

Durante a capacitação, foi reforçado o fato de que o pré-natal é oferecido gratuitamente pelo SUS, na rede de atenção primária (Unidades Básicas de Saúde).

Quanto aos sintomas, vermelhidão da pele, surgimento de gânglios inchados nas axilas e pescoço, dores musculares, febre, dor de garganta, dificuldade para engolir, e aumento do fígado e baço podem ser sinais da doença – para confirmar ou descartar o diagnóstico procure um Médico.

Para prevenir a Sífilis, é necessário utilizar o preservativo em todas as relações sexuais.

A história da origem da doença e os problemas sociais causados pela Sífilis Congênita, como perda de qualidade de vida, retardo mental, atraso escolar, sequelas ósseas, e depressão (no caso de um falso diagnóstico), também foram citados durante a capacitação.

O Hospital Irmã Dulce é uma unidade da Secretaria Municipal de Saúde de Praia Grande gerenciada em parceria com a SPDM/PAIS, organização social de saúde.