Hanseníase

AMA Hospitalar José Hungria alerta usuários sobre a doença
 
 
hanseniase
 
Profissional exibe cartaz exposto na unidade
 
 
A Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Hospitalar Doutor José Soares Hungria realizou, de hora em hora, palestras na sala de espera da unidade para alertar a população sobre a prevenção e o tratamento da hanseníase. Cartazes com informações complementares foram fixados para auxiliar e apoiar a campanha.  

A hanseníase é uma das doenças mais antigas na história da medicina, e é causada por um parasita que ataca a pele e nervos periféricos, mas pode afetar outros órgãos também, por exemplo, o fígado e os olhos. A doença não é hereditária.

O parasita possui um período de incubação que varia entre três e cinco anos, e as primeiras manifestações são manchas dormentes de cor avermelhada ou esbranquiçadas; caroços, inchaço, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas.

Não existem métodos de prevenção da Hanseníase, no entanto, ter hábitos saudáveis, alimentação adequada, evitar o álcool e praticar atividade física associada a condições de higiene contribuem para dificultar o adoecimento, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia - www.sbd.org.br.

O tratamento é gratuito e fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), podendo variar de seis meses a um a ano. Após a primeira dose da medicação o paciente não precisa de isolamento.

A intervenção desenvolvida pelos profissionais da AMA Hospitalar Dr. José Soares Hungria impactou cerca de 400 usuários durante as palestras realizadas na sala de espera.