Mutirão na escadaria

Plantio de árvores e pintura em escadaria próxima à UBS Vila Campestre movimenta a região
 
 
escada1
 Escadaria-alvo do mutirão
 
 
Árvores frutíferas nativas, enxadas, tintas e pinceis, foram os itens doados e utilizados para dar mais vida à escadaria que interliga a Rua Estevão de Magalhães com a Rua Artur Nunes da Silva, região em que fica localizada a UBS Vila Campestre, serviço da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo administrado em parceria com a SPDM/PAIS.
 
 
No primeiro mutirão foram plantadas mais de 400 mudas de plantas ornamentais de rasteiras, como: Palmeira Chamaedorea, pilea e singônio plantas de folhagens muito decorativas, além do lírio da paz muito conhecido pelas suas flores para decoração, com o auxílio da prefeitura regional do Jabaquara que arrumou as galerias e guias, pintou o corrimão e a lateral da escadaria, e também afofou a terra. A ação ocorreu juntamente com os profissionais de saúde da UBS Vila Campestre, que plantaram as mudas cedidas pelo Viveiro do Parque do Carmo e utilizaram o adubo cedido pela Prefeitura Regional do Ipiranga.
 
 
escada2
Primeiro mutirão
 
 
No segundo mutirão foram plantadas algumas plantas ornamentais de sol e duas árvores frutíferas nativas da mata atlântica, a araçá amarelo e a ameixa da mata.
 
 
mutirao03
 Revitalização da escadaria
 
 
O escadão aos poucos foi ganhando mais beleza pelas mãos da equipe do Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS), Agentes Comunitários de Saúde, Dentista, Auxiliares, membros do Conselho Gestor, e Comunidade, atraindo a atenção dos moradores, uma vez que essa passagem já foi considerada perigosa e ponto de uso de drogas, como relatou o morador da região, Marcelo Custódio: “Moro aqui há mais de 30 anos, antes era um morro de terra que os carros usavam como atalho e causavam muitos acidentes, portanto a Prefeitura construiu o escadão, mas os moradores têm medo de utilizar e acabam dando a volta, complicando a vida de todos. Ajudo a cuidar e a manter [o local] limpo, pensando no próximo que precisa ter acesso à Unidade”, declarou. 
 
Promovido pelo PAVS, o mutirão foi um movimento de dedicação, como a da Giane Rosetti, antiga moradora do local e hoje atua como Agente de Promoção Ambiental (APA). A profissional já morou em uma das casas ao lado da escada e ajudou nas atividades. “Minha infância foi nesse escadão, e poder participar dessa ação é muito bom, poder despertar na comunidade o sentimento de empoderamento do local”, finaliza Giane.
 
mutirao4
Marcelo Custódio e APAs participam do mutirão

 
As ações continuarão até o final do ano com mais pintura da escadaria e manutenção das mudas, finalizado com o evento cultural e de saúde.