Lixo é coisa séria

PS Augusto Gomes realiza capacitações sobre descarte de resíduos
 
 
ps1
 
 
 
Quando se fala em serviço de saúde, a questão do descarte adequado dos resíduos gerados pelas unidades é assunto que deve ser levado muito a sério, uma vez que, se esses resíduos forem eliminados de maneira incorreta, pode haver contaminação do solo, do ar e da água, ocasionando doenças e epidemias.

No Pronto-Socorro Augusto Gomes de Mattos, a Comissão de Sustentabilidade promove periodicamente ações de capacitação e conscientização com os profissionais, como foi o caso do treinamento do Plano de Gerenciamento de Resíduos no Serviço de Saúde (PGRSS). Trata-se de um documento do Ministério da Saúde que orienta sobre o descarte correto das diferentes categorias de resíduos, conforme os tipos de risco que eles oferecem à saúde da população (químicos, biológicos e radiológicos).
 
 
ps2
 
Integrantes da Comissão de Sustentabilidade do PS
 
 
"Gostei dos cursos do PGRSS, porque trouxeram informações que podemos usar no nosso dia a dia, tanto no trabalho como em casa", observa Maria Carolina Jurcovichi de Castro Gouvêa, Assistente de Gestão de Políticas Públicas (AGPP).

Em outra ocasião – os encontros promovidos pela Comissão foram mensais durante o primeiro semestre de 2017 –, o tema foi abordado pela líder da equipe de Higiene & Limpeza, Francisca Lima de Souza. A profissional falou sobre as técnicas, os métodos, os princípios básicos e os produtos químicos utilizados para a higienização da unidade, além da importância do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
 
 
ps3
 
Francisca Lima orienta profissionais
 
 
A Ecourbis, concessionária responsável pela coleta, pelo transporte e pela destinação final dos resíduos dos serviços de saúde das zonas Sul e Leste de São Paulo, foi a responsável por um bate-papo esclarecendo que a responsabilidade na geração e na separação dos resíduos é de todos. Além disso, a representante da Ecourbis Elisangela Leal divulgou os dias e as formas de coleta, e alertou sobre a necessidade do consumo consciente.

Finalizando o ciclo dos encontros, no mês de julho foi a vez de o Farmacêutico do PS, Paulo Constantino, apresentar, por meio de números, a evolução da unidade desde o início da implantação do PGRSS. Complementaram a ação a exibição de imagens que comprovavam o descarte incorreto de alguns resíduos no PS e o reforço de que a atenção de todos os profissionais para com o assunto deve ser constante.